CONVENÇÃO NACIONAL DA SAÚDE

Foto: CNS

A Convenção Nacional da Saúde foi apresentada, dia 17 de Abril, na Sede da Ordem dos Médicos, em Lisboa.

A iniciativa pretende promover um largo debate nacional sobre o presente e o futuro da Saúde em Portugal e contribuir para alcançar um Pacto para a Saúde.

A Convenção conta com o Alto Patrocínio da Presidência da República e envolve todos os parceiros públicos, privados e do setor social, associações de doentes, responsáveis políticos, centros de investigação e universidades.

A organização da Convenção refere que “estamos todos juntos pela Saúde dos portugueses”. Nesse sentido, pretende-se garantir o acesso de todos os cidadãos aos melhores cuidados de Saúde, em condições de equidade, e pugnar por um nível de financiamento do Sistema de Saúde adequado às necessidades dos portugueses, preservando simultaneamente a sustentabilidade do Serviço Nacional de Saúde.

Da Convenção Nacional da Saúde, que vai decorrer a 7 e 8 de junho na Culturgest, em Lisboa, resultará a Agenda da Saúde para a Década, um documento que reunirá as principais conclusões e propostas, apontando caminhos para o futuro sustentável da Saúde em Portugal e que permitirá “cumprir o repto do Presidente da República lançado há mais de ano”.

Mais do que um evento, a Convenção assume-se como uma plataforma permanente de diálogo que permite receber os contributos de todos os cidadãos. Para isso, todos os parceiros da Saúde e todos os cidadãos vão ter a oportunidade de participar e dar o seu contributo para definir um novo rumo da Saúde em Portugal.

Na apresentação pública da iniciativa estiveram presentes os bastonários das Ordens de Profissionais da Saúde e diversos parceiros da área da Saúde, que compõem o Conselho Consultivo.

Deixe uma resposta