Governo vai dar autonomia a alguns hospitais

O Governo vai dar, em 2019, autonomia a um quarto dos hospitais portugueses, que terão capacidade de recrutar e decidir investimentos, mas também responder pelos tempos de espera, anunciou o ministro da Saúde. Os ministérios da Saúde e das Finanças, com a dupla tutela dos hospitais EPE, vão lançar “um programa de aplicação, com consequências do estatuto do gestor público e daquilo que está consignado na lei, para que em um quarto dos hospitais portugueses possamos em 2019 dar autonomia, dar incentivos à gestão, com incentivos para a própria gestão e para o hospital, nomeadamente com reforço de investimento e, sobretudo, de autonomia e capacidade de recrutar”, anunciou  Adalberto Campos Fernandes. Frisando que “não há bons ou maus gestores apenas porque lhe é colocada uma etiqueta em cima do casaco”, Adalberto Campos Fernandes disse que “há contextos e há circunstâncias em que essa gestão é exigida”.   A iniciativa pretende dar “capacidade de estabelecer um contrato de programa” e adaptar os recursos às necessidades na produção, na atividade assistencial, decidindo os investimentos internamente e respondendo pelos tempos de espera, nomeadamente pelo acesso”, referiu o ministro. “A obrigação maior é respeitar os direitos de acesso, as pessoas têm direito a ter acesso em tempo útil clinicamente aceitável”, salientou. (Lusa)

 

 

Deixe uma resposta