Mais Saúde na Economia; mais Economia na Saúde

O Serviço Nacional de Saúde não é suficiente para fazer crescer as empresas do sector!

Esta foi uma das conclusões dos grupos de trabalho que se constituíram no âmbito do evento “Mais Saúde na Economia; mais Economia na Saúde” e que teve lugar em Lisboa no passado dia 26 de Junho.

Ao abrigo desta iniciativa, foram formados grupos de trabalho em quatro áreas principais: Gestão e Projetos; Medicamentos; Dispositivos e Equipamentos Médicos; Investigação e Ensaios Clínicos.

Ao longo das próximas semanas, estes grupos de trabalho irão apresentar medidas para reforçar a respetiva internacionalização de cada uma destas áreas.

Para o Ministro da Saúde existe um potencial em Portugal que está longe de estar esgotado e há que fomentar a internacionalização do sector da saúde atraindo mais empresas internacionais para fabricar a partir de Portugal para todo o mundo.

Já o secretário de Estado da Indústria diz que as exportações têm tido muito sucesso na área do medicamento, mas que o Governo quer que isso também aconteça na área dos equipamentos e dispositivos médicos, e na das infraestruturas médicas. “

Os comentários estão fechados.