Direção-Geral de Saúde admite epidemia de sarampo em Portugal

Boy and vaccine syringe

A Direção-Geral da Saúde (DGS) alertou esta segunda-feira para a necessidade de os pais vacinarem os filhos “sem hesitação” e revelou que desde janeiro foram notificados 23 casos de sarampo em Portugal. De acordo com declarações do Diretor-Geral da Saúde Francisco George à Antena 1, os casos de sarampo registados correspondem a uma “atividade epidémica” e critica quem opta por não vacinar os filhos.

O sarampo é uma das doenças infeciosas mais contagiosas, podendo provocar doença grave ou mesmo a morte. É evitável pela vacinação e está, há vários anos, controlada em Portugal. Consideram-se já protegidas contra o sarampo as pessoas que tiveram a doença ou que têm duas doses da vacina, no caso dos menores de 18, e uma dose quando se trata de adultos.

Os comentários estão fechados.